27 de jul de 2017

TRAVESTI RECUSA PROGRAMA É ATROPELADO E MORRE




Um homem está sendo procurado pela polícia após atropelar intencionalmente uma travesti em Várzea Grande, na Região Metropolitana de Cuiabá. O suspeito teria ofertado R$ 17 pelo programa e a vítima, que teve a morte cerebral decretada nessa terça-feira (25), recusou. Irritado, ele acelerou o carro para cima de Natalia Pimentel, como era conhecida. O condutor do carro ainda não foi identificado.
Segundo o G1, Natalia foi encaminhado para o Pronto Socorro de Várzea Grande pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A paciente recebeu os primeiros socorros e foi entubada. Os aparelhos, segundo a assessoria da unidade hospitalar, devem ser desligados 24h após a constatação da morte. A Polícia Civil deve investigar o caso, que foi registrado como homicídio doloso.


Fonte: G1