PRODUTOS LUCENA - (84) 3207-8079

PRODUTOS LUCENA - (84) 3207-8079
MAIS QUALIDADE DE VIDA PARA VOCÊ

NETFULL - POÇO BRANCO - RN

NETFULL - POÇO BRANCO - RN

Alvamar Adenium Rosas do Deserto

Alvamar Adenium Rosas do Deserto

JR VARIEDADES

JR VARIEDADES
AQUI VOCÊ ENCONTRA TUDO E COM O MELHOR PREÇO

19 de ago de 2018

NÍSIA FLORESTA: População encontra corpo de idoso enterrado em canavial

População acompanhou resgate de corpo encontrado enterrado em canavial de Nísia Floresta, na Grande Natal (Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi)

Moradores da Zona Rural de Nísia Floresta, região metropolitana de Natal, encontraram neste sábado (18) um corpo que pode ser o do idoso Francisco Júlio do Nascimento, de 70 anos, desaparecido há quase 20 dias. Ele foi achado em vida no fim da tarde e os trabalhos de perícia e escavações entraram pela noite.

O corpo foi encontrado na comunidade Ponta das Negras, na Zona Rural de Nísia Floresta. A cova rasa em que o corpo estava fica no meio do canavial, perto da Lagoa do Bonfim. A cena chamou atenção de curiosos. Além das Polícias Militar e Civil, o Corpo de Bombeiros também participou do resgate. Os militares usaram ferramentas para retirar o corpo sem prejudicar o trabalho da perícia.

Segundo o delegado de plantão, Elói Carvalho, o corpo estava sem documentos, mas tudo indica que se trata do idoso. Pelo estado avançado de decomposição, ele acredita que seja necessário fazer exame de DNA, mas isso fica a critério do Intituto Técnico Científico de Perícia. Na manhã deste domingo (19), o corpo ainda estava na sede do órgão.

Francisco Júlio do Nascimento desapareceu no dia 31 de julho. O agricultor foi visto pela última vez a caminho do roçado onde trabalhava todos os dias. Além da família, as buscas mobilizaram a polícia. Cães farejadores circularam várias vezes no meio do canavial onde o corpo foi enterrado. Na semana passada, o principal suspeito do desaparecidomento - um foragido da Justiça - foi preso e confessou o crime.

Luiz Carlos Fernandes, de 39 anos, disse à polícia que, depois de matar, enterrou o ocrpo do no meio do canavial, mas não soube apontar o local exato.

Ao todo, foram 19 dias de buscas. Uma das filhas da vítima, Maria da Conceição Nascimento, afirmou que agora a família vai poder dar um enterro digno ao pai e agradeceu a ajuda das autoridades policiais e vizinhos.

CARAÚBAS: Estudante de Direito é presa por passar informações a quadrilha que matou PM no RN, diz delegado

Policial militar Ildonio José foi morto entre Caraúbas e Mossoró, interior do RN (Foto: Reprodução/redes sociais)
Uma estudante de Direito de 21 anos foi presa na manhã deste domingo (19) em Caraúbas, região Oeste potiguar, suspeita de fazer parte da quadrilha que executou a tiros o policial militar Ildônio José da Silva, de 43 anos, na última quinta-feira (16). Segundo a Polícia Civil, a mulher seguia no mesmo ônibus de universitários onde estava o soldado e teria repassado informações para o namorado, que era um dos assaltantes.

O ônibus levava estudantes universitários de Caraúbas para Mossoró, no final da tarde de quinta-feira (16), quando foi interceptado na RN-117, entre Caraúbas e Governador Dix-sept Rosado. Ao perceber ao número de criminosos, o policial escondeu sua arma dentro do veículo, porém os assaltantes invadiram o ônibus, retiraram o soldado de lá e o executaram com tiros na cabeça.

Segundo o delegado Sandro Régis, da Delegacia Regional de Patu, a mulher era uma informante da quadrilha e avisou ao namorado que havia um policial armado dentro do veículo, apontando inclusive características dele. "Tanto que eles entraram no ônibus e foram direto sobre o policial", ressalta o delegado.

A Justiça já havia expedido um mandado de prisão preventiva contra a estudante na sexta-feira (17), porque, em depoimento, um adolescente apreendido apontou a relação dela com o grupo. Testemunhas também teriam afirmado à policia que ela era namorada de um dos presos. Outro fator que chamou a atenção dos investigadores, segundo o delegado, é que ela foi a única passageira que não teve os bens roubados.

Considerada foragida desde a expedição do mandado, a jovem foi encontrada neste domingo (19) na casa de sua avó em Caraúbas. Conforme o delegado, após os procedimentos na delegacia, ela seria encaminhada para a ala feminina da Cadeia Pública Mário Negócio, em Mossoró.

Com a prisão da mulher, chega a seis o número de pessoas detidas pela polícia, sob suspeita de participação no crime. Segundo o delegado Sandro Régis, outros cinco suspeitos ainda são procurados.

Neste sábado (18), a Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região dobrou de R$ 1 mil para R$ 2 mil o valor da recompensa para quem repassar informações que levem aos autores do crime. Uma força tarefa envolvendo policiais militares e civis segue fazendo buscas na região.

NATAL: Quatro presos são encontrados mortos dentro da Penitenciária de Alcaçuz

Corpos foram encontrados no Presídio Rogério Coutinho Madruga, conhecido como pavilhão 5 de Alcaçuz (Foto: Ediana Miralha/Inter TV Cabugi)
Quatro presos foram encontrados mortos, na manhã deste domingo (19), dentro do Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga, conhecido como pavilhão 5 de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal. Os corpos foram achados com sinais de enforcamento. O caso foi confirmado pelo governo do estado.

De acordo com agentes penitenciários, os quatro homens eram ligados ao PCC e haviam deixado a facção criminosa para se filiar ao Sindicato do Crime - grupo rival. Esse pode ser um dos motivos das mortes. Eles foram identificados pela Secretaria de Justiça e Cidadania como Iuri Yorran Dantas Azevedo, de 24 anos, Rodrigo Alexandre Farias Araujo, de 26, Thiago Lucas Oliveira Silva, 24 e Ytalo Nunes de Sousa, 25.

Ainda de acordo com a secretaria, a direção do Rogério Coutinho Madruga acionou a Delegacia Especializada em Homicídios e o Instituto Técnico-Científico de Perícia. As circunstâncias das mortes serão investigadas pela Polícia Civil e só o laudo do Itep poderá determinar a real causa da morte.

"As facções criminosas não se comunicam mais com o exterior da cadeia, o que tem provocado brigas internas", acrescentou a secretaria, em nota.

De acordo com o sistema da Justiça Estadual, Iuri Yorran cumpria pena de 10 anos e 8 meses por roubo majorado. Ytalo Nunes de Sousa pagava pena de 18 anos por roubo majorado e furto qualificado. Já Rodrigo Alexandre Farias de Araújo cumpria 16 anos de reclusão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e crime de receptação dolosa, em concurso material e Thiago Lucas foi preso por homicídio.

Alcaçuz
A Penitenciária Estadual de Alcaçuz foi palco de um massacre em janeiro de 2017 que deixou 26 mortos. Foram 14 dias seguidos de rebelião que deixou a unidade prisional praticamente destruída. Segundo relatórios do meio

Após a retomada do controle, o governo do estado dividiu a penitenciária ao meio. Um muro de concreto foi erguido separando as facções rivais. De um lado, ficaram os pavilhões 1, 2 e 3, com os presos do 'Sindicato'. Do outro, o pavilhão 4 e o Presídio Rogério Coutinho Madruga, conhecido como pavilhão 5, com os do PCC. Só então deu-se início à obra de reforma da penitenciária.

Atualmente os presos ocupam os pavilhões 1, 2 e 3 da Penitenciária de Alcaçuz, e o Rogério Coutinho Madruga. Juntas, as duas unidades abrigam mais de 2.600 presos. Palco da matança, o Pavilhão 4 é o único que não foi reformado e permanece desativado.

Outras mortes
Mesmo após a retomada de Alcaçuz, pelo Estado, outros homicídios voltaram a acontecer dentro do complexo prisional. Em fevereiro, dois corpos foram encontrados pendurados dentro de uma cela do Presídio Rogério Coutinho Madruga. Foi o primeiro caso após o massacre que tinha acontecido mais de um ano antes.

Em abril deste ano, mais um detento foi morto. Dessa vez, a vítima foi morta a facadas no pavilhão 3, durante o banho de sol dos apenados.

Reforma
O governo do estado anunciou neste mês de agosto uma reforma de R$ 18 milhões no complexo prisional, com a construção de mais dois pavilhões e geração de mais 416 vagas. Uma empresa foi contratada com dispensa de licitação, para realizar a obra. O Rio Grande do Norte se encontra em estado de calamidade no sistema prisional.

A decisão de ampliar a Penitenciária de Alcaçuz veio após o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) reprovar o projeto de construção de uma cadeia pública em Afonso Bezerra por "inviabilidade técnica".

ELEIÇÕES 2018: FÁTIMA LIDERA PESQUISA IBOPE E PODE DECIDIR CAMPANHA NO PRIMEIRO TURNO

Resultado de imagem para FOTOS DE FATIMA BEZERRA


Ibope: Fátima lidera com 34% e pela primeira vez ultrapassa o índice dos que não querem votar em ninguém

Pelos números divulgados, se a eleição fosse hoje, Fátima levaria no primeiro turno.

E pela primeira vez em pesquisas divulgadas, a primeira colocada ultrapassa o índice de brancos e nulos, que são os eleitores que não querem votar em ninguém.

Veja os números:

Fátima Bezerra (PT) – 34%

Carlos Eduardo Alves (PDT) – 15%

Robinson Faria (PSD) – 8%

Carlos Alberto (PSOL) – 2%

Brenno Queiroga (SD) – 1%

Freitas Júnior (Rede) – 0

Heró Bezerra (PRTB) – 0

Branco/Nulo – 31% (Ninguém)

Não sabe/não respondeu – 9%

LAGES: VEJA VÍDEO DE BENES JÚNIOR AOS 11 ANOS, FAZENDO PARTICIPAÇÃO NA CAMPANHA DO SEU PAI

Era 2012 e o menino Benes Júnior, lá na sua cidade de Lajes, já comandava a participação infantil na campanha do pai, Benes Leocádio, que à época se preparava para mais um dos 5 mandatos à frente da Prefeitura.

Benes Júnior organizava as passeatas infantis.

Se destacava.

Era o filho político que Benes já tinha aos 11 anos de idade.


Mais do que pular, cantar e puxar a meninada, ele fazia planos.

Dizia que queria ser prefeito e até estipulava uma data: daqui a 10 anos.

Pedia até votos para daqui a 10 anos.

Daqui a 10 anos.

Era o que ele dizia inocentemente aos 11.

Seis dos 10 anos planejados pelo alegre menino de Lajes, se passaram rápido.

E nesse espaço de tempo ele viu o pai ser reeleito prefeito, eleito presidente da Federação dos Municípios por seguidas gestões, fez amigos, novos amigos na escola em Natal, jogou bola, fez muitos gols, fez 15 anos, virou Príncipe, fez a viagem dos sonhos sozinho com os amigos nos Estados Unidos, dançou muitas valsas com as debutantes mais bonitas, mudou de escola para fazer mais amigos…

E seis anos depois, quando ele lá em 2012 sonhava ser o tempo para realizar o sonho de ser prefeito, se juntou ao pai no lançamento de um projeto para ele chegar à Câmara Federal.

A Prefeitura de Lajes ainda lhe esperaria 6 anos, pois quando os 21 anos lhes chegasse, idade permitida para se candidatar, a campanha para ele disputar a prefeitura só seria em 2024.

Antes da missão de daqui a 10 anos, anunciada pelo garoto de 11, ele teria a do seu pai.

Seis anos.

Foi o que reservou Deus para Benes Júnior viver tudo isso. Intensamente.

E ele viveu.

Era todo o tempo que ele tinha para estar ao lado da família e dos amigos porque sua missão seria muito maior.

Por isso ele se foi.

Antes dos 21 permitidos para ser prefeito.

Antes dos 17 que faria agora no dia 21, quando todos se juntarão para rezar sua missa de sétimo dia.

Início de sua missão maior.

Caberá ao pai realizar o sonho do filho.

Tentar chegar à Câmara Federal e brigar pela segurança que ele não teve.

Brigar para mudar as leis e garantir a tranquilidade dos nossos filhos, dos filhos do Brasil.

A força virá do Céu.

Onde ao lado do Pai Celestial, o menino Benes Júnior, há 6 anos candidato a prefeito de Lajes, tem uma missão muito maior.

















Postagens populares