Em fevereiro, Natal vai sediar pela primeira vez uma Exposição de Rosas do Deserto, um tipo de planta totalmente adaptável ao nosso clima e de fácil cultivo. Além da exposição, acontecerão cursos gratuitos sobre cultivo e a comercialização de mudas.  A exposição será aberta dia 02 e segue até 05 de fevereiro, das 8h às 22h, no Sam’s Club, (Br – 101, Neópolis). A rosa-do-deserto – nome popular da espécie denominada de Adenium obesum – é nativa de ambientes áridos do norte da África e do Oriente Médio. A planta tornou-se – assim como as orquídeas ou roseiras comuns – um vício para muitos jardineiros e admiradores. O que é absolutamente compreensível: além da floração magnífica, em tons que variam do branco ao rosa e ao carmim metálico, a rosa-do-deserto é um vegetal muito singular.  O detalhe curioso é que as partes inchadas, que lembram o aspecto de uma pata de elefante, são compostas basicamente pelas raízes que se projetam para fora do chão. O culto à rosa-do-deserto fez surgir uma infinidade de técnicas que visam produzir combinações de cores inéditas, flores com design diferenciado e principalmente raízes nos formatos mais improváveis. Segundo os especialistas, a Roda do Deserto pode ser cultivada tanto em casas quanto em apartamentos. A planta necessita de pouca água e muito sol e em regiões quentes florescem o ano inteiro.   Serviço: I Exposição de Rosas do Deserto - Fevereiro Data: 02 a 05 de fevereiro Local: Sam’s Club (Br – 101, Neópolis) Horário: 8h às 21h (De 02 a 04 de agosto) No domingo (05), a partir das 9h às 15h