Kabanna do Açai e Conveniencia

Kabanna do Açai e Conveniencia

17 de abr de 2017

POÇO BRANCO: BAÚ DO ROCHA, ZÉ IGAPÓ

HISTÓRIA DE POÇO BRANCO-RN
Ex-prefeito e fundador de Poço Branco, o Sr. José Francisco de Souza (Zé Igapó).

A CIDADE

O município de Poço Branco foi criado no dia 26 de julho de 1963 pela Lei nº. 2.899, desmembrando-se do município de Taipu e se tornando uma cidade do Rio Grande do Norte. A origem de seu nome está datada por volta de 1910 quando os primeiros moradores do povoado deram este nome ao lugar devido aos poços de água cristalina que existiam à margem de um pequeno rio. A história da cidade começa de fato com a construção da Barragem Engenheiro José Batista do Rego Pereira que foi iniciada em Julho de 1959 e inaugurada em Dezembro de 1969.
Durante esses 10 anos foi concluído o processo de indenização das famílias que moravam no curso do rio Ceará Mirim e passaram a habitar a nova cidade. A obra foi executada pela construtora Nóbrega & Machado que também planejou a cidade, suas ruas e avenidas. Por muitos anos foi, junto com Brasília, uma das poucas cidades planejadas do país. A sua população foi formada basicamente pela miscigenação entre os antigos moradores de "Poço Branco Velho" e os funcionários da construtora da barragem, já que muitos deles constituíram família em solo poçobranquense.
O processo de emancipação teve inicio no final dos anos 50 e teve à frente o Sr. José Francisco de Souza (Zé Igapó) e Ivan Cardoso de Carvalho. Nomes como Cícero FreitasManoel Targino SobrinhoRaimundo Rodrigues da SilvaAntonio PereiraRaimundo NonatoSebastião Rodrigues e outros também encabeçaram o movimento que separou Poço Branco de Taipu e, como em todo movimento, este também teve oposição. A população de Taipu não chegou a se insuflar contra a separação, mas os políticos taipuenses eram contrários. Até hoje, ainda há certa rivalidade entre os seus moradores.
DADOS POPULACIONAIS E ECONÔMICOS
Os dados mais recentes do IBGE prefiram que, em JULHO/2008, Poço Branco teria uma população de pouco mais de 12.645 habitantes. Destes, 62% se encontravam na sede da cidade e os demais nos seus distritos. Sua população economicamente ativa (PEA) estaria próxima dos 9.600 habitantes. O município sobrevive principalmente das receitas que recebe dos governos federal e estadual. A principal delas é o FPM (Fundo de Participação do Município) que corresponde a quase 55% de tudo que o município arrecada. Há ainda pequenos repasses provenientes de Royalties, IPI e ICMS, IRPF, IPVA e outros impostos.
Com a estabilidade econômica iniciada no país, Poço Branco também cresceu seu produto interno bruto (PIB) e seu comércio foi o principal beneficiado. A cidade conta com supermercados, mercadinhos, lojas de departamentos, restaurantes e lanchonetes, mas ainda não possui uma estrutura de hospedagem. A pecuária, a pesca, a agricultura e a prestação de serviços são as outras fontes de sobrevivência de sua população que, como a maioria dos municípios brasileiros, depende muito das ações de sua prefeitura municipal. Poço Branco também acabou criando mão-de-obra especializada na construção civil com a formação de excelentes profissionais nesta área. O município praticamente não tem produção industrial e intelectual provenientes da população ou de seus recursos naturais.
LOCALIZAÇÃO E PONTOS PRINCIPAIS
Poço Branco está localizado na região do Mato Grande, entre os municípios de Ceará Mirim e João Câmara, a uma distância de 60 km de Natal, a capital do estado. A BR 406, que liga Natal a Macau, leva o visitante à cidade dos coqueirais, como também é conhecida. A sangria da barragem, o carnaval, a festa de emancipação política (em julho) e a festa do padroeiro (em outubro) são as principais atrações festivas da cidade. Além destes não se pode deixar de provar a culinária regional (galinha caipira, bode, carneiro, etc.) e nem deixar de ir ao forró do Bode ou à feira livre aos domingos. Na região, a festa do padroeiro de Contador e da Pouza também são boas opções.

Hoje Poço Branco tem uma população de mais de 15 mil habitantes.
Do blog de Poço Branco do meu amigo Daniel.

Postagens populares